top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Acorde! Volte!


Ela escutou aquelas palavras como um sussurro e não deu importância, não tinha outro lugar onde devia estar. Continuou trabalhando, estudando, frequentando os eventos familiares, dormindo, comendo, vivendo. Desperta, na rotina.

Foi então que ouviu o chamado mais uma vez; agora, um pouco mais alto. Assustada pela voz que a atormentava, colocou uma música alta para que tudo ao seu redor se calasse. No barulho daquela voz que cantarolava e que lhe estourava os tímpanos, ela precisava ouvir o silêncio. Buscava a paz enganando a loucura. Até que ouviu um grito.

 

– Acorde!

 

Aterrorizada, deixou cair das mãos o smartphone. Parou tudo o que estava fazendo e levantou a cabeça, olhando espantada o horizonte à sua frente. Observou os pássaros dançando no céu, desenhou no ar com os dedos o formato das nuvens, riu do balançar das copas das árvores. O vento travesso veio e espalhou seus cabelos como uma criança levada. Por fim, sentiu o cheiro da terra recém-molhada pela chuva e ficou encantada.

 

Ela, enfim havia acordado.

 

Daniele Amaral

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page