top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Você já parou para pensar sobre a diferença entre síndrome, doença e transtorno?


Primeiramente, vamos esclarecer que as queixas trazidas ao consultório são sintomas e indicam que há necessidade de ser investigadas. Podem ser apresentadas como angústia, dor de cabeça, tontura, cansaço e outras e são subjetivos, pois não se pode medi-los.



Doença na definição da Organização Mundial da Saúde (OMS) significa “conjunto de sinais e sintomas específicos que afetam um ser vivo, alterando seu estado normal de saúde” e vai englobar tanto alterações como prejuízos nas funções psíquicas, em um órgão específico ou até mesmo no organismo como um todo. Para ser considerada doença é necessário ter uma causa conhecida, uma sintomatologia específica e provocar alterações físicas ou emocionais no organismo.


Síndrome é uma palavra de origem grega (Syndromé) e significa conjunto, reunião, associação e é usada para descrever sinais e sintomas associados a mais de uma causa, não sendo possível definir com exatidão o que desencadeia. Como exemplo, a Síndrome de Down, onde a ciência tem conhecimento que se trata de um erro na divisão do material genético o que ocasiona a junção de um cromossomo extra ao par de cromossomo 21, no entanto, a causa dessa alteração não é conhecida.


No caso da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida - AIDS e da Síndrome Metabólica, tem-se uma exceção, pois as causas e origens já são conhecidas e no entanto, optou-se por manter o termo síndrome em sua nomenclatura

No caso do transtorno, tem-se uma alteração de ordem emocional, intelectual, emocional ou comportamental, mas que no entanto não apresenta uma causa definida. Quanto a causa pode-se mencionar uma múltipla combinação de fatores genéticos, biológicos e também ambientais.


Como vimos, a doença envolve um conceito mais amplo e com causa definida, há um padrão de sintomas e medidas terapêuticas padronizadas. A síndrome é um conjunto de sinais e sintomas que não possuem causa definida. E transtorno, refere-se a uma trajetória diagnóstica que pode variar bastante de pessoa para pessoa e que além de ser multifatorial, pode envolver as mais diversas formas de tratamento.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) define saúde como sendo o estado de completo bem-estar físico, mental e social do indivíduo e não apenas a ausência de doença. A saúde relaciona-se de maneira direta com qualidade de vida, pois ao gozar de saúde física e mental, a pessoa consegue buscar realização nas demais áreas da vida, sendo assim eu te pergunto, como está a sua saúde?


Obrigada por acompanhar o Jornal do Juvevê e a coluna de Psicologia Vida Plena Psi, até a próxima.



Cláudia Ducci Hartmann

Psicóloga CRP 08/37672

duccihartmann@gmail.com

@psi.claudiaducci


56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Autismo

תגובות


bottom of page