top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Vereadores de Curitiba aprovam moção de apoio ao Projeto Parceiro na Escola


A vereadora Indiara Barbosa (NOVO), manifestou seu apoio ao requerimento que defende o Projeto Parceiro na Escola, apresentado pelo vereador Éder Borges na sessão plenária da Câmara de Curitiba, nesta quarta-feira, 5.


A moção de apoio foi votada na segunda parte da ordem do dia, com registro de debates acalorados e muitas discussões entre os parlamentares, o requerimento contou com a maioria dos votos dos 23 vereadores presentes, e com 4 votos contrários.


Indiara Barbosa destacou que é preciso combater a desinformação, e explicar para a população que as escolas estaduais continuarão públicas e gratuitas. O que o governo do Estado pretende é melhorar a gestão dos estabelecimentos de ensino, já que os recursos públicos são mal geridos e administrados.


O projeto Parceiro na Escola, do Governo do Estado, foi aprovado pelos deputados estaduais com 38 votos favoráveis e 13 contrários, na terça-feira, 4, e já foi sancionado pelo governador no mesmo dia. O projeto prevê parcerias privadas para melhorar a infraestrutura e a gestão administrativa das escolas estaduais do Paraná, para trazer mais eficiência e melhorias na prestação de serviços. Os professores, pais, alunos e responsáveis participarão de uma consulta pública para decidir de maneira democrática se querem que o projeto seja implantado em suas escolas. A consulta à comunidade escolar está prevista para ser realizada em outubro, e o projeto deverá ser implantado em 204 escolas do estado em 2025.


A parlamentar foi enfática ao criticar a manifestação promovida pela esquerda, que acabou com a invasão da Assembleia Legislativa na última segunda-feira. “É um absurdo essa manifestação da esquerda, que defende a democracia fazendo uso da violência, quebrando prédios públicos, invadindo a Assembleia e colocando em risco as pessoas que trabalham no local. Eles criticam, mas fazem pior, invadem universidades, a Assembleia, já invadiram o próprio Congresso anteriormente. Quando a esquerda promove invasões, chamam de livre manifestação. Eu sou a favor da livre manifestação numa sociedade democrática. É válido que todos tenham o direito de se expressar, mas não da forma desordenada como ocorreu na assembleia”, afirma.


A vereadora destacou ainda que o próprio Governo Lula fez cortes na educação, e afirmou que o governo não trata a educação pública como prioridade da gestão pública, cortando recursos das universidades federais, e enfrentando greve de professores e servidores federais nas últimas semanas. “ As pessoas precisam saber a verdade, que a parceria com entidades proposta pelo projeto, Parceiro na Escola, será importante para melhorar a gestão da educação, e que a escola vai continuar pública e gratuita”, concluiu Indiara Barbosa.


Fonte: Gabinete da Vereadora Indiara Barbosa

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page