top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Vamos ser honestos?

“Todo mundo sabe da gratidão que tenho pelo presidente Bolsonaro porque foi o governo que mais investiu no Paraná nos últimos 30 anos, só na parte de obras e infraestrutura foram mais de R$ 2 bilhões. Então como reconhecimento, temos a obrigação de apoiar a candidatura do presidente Bolsonaro”, disse o governador. Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/roger-pereira/paulo-martins-quer-confrontar-historia-com-sergio-moro/?#success=true Copyright © 2022, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados. Roger Pereira 30/07/2022



Ana Paula Cherobim – Professora do Departamento de Administração da UFPR


Em reportagem de Roger Pereira, para Gazeta do Povo, o governador Ratinho Junior teve a coragem de expressar sua gratidão ao Presidente Jair Bolsonaro. Mesmo sendo de outro partido, PSD, vinculado a outros ilustres desconhecidos candidatos à presidência, o governador dá voz a todo povo paranaense e ao povo brasileiro.

O aumento das transferências constitucionais (obrigatórias) do Governo Federal para o Estado do Paraná entre 2018 ( gov Temer) e 2021 (gov Bolsonaro) foi de 29% no FUNDEB , fundo para educação e 39% no Fundo de Participação dos Estados. Os valores referentes a transferências voluntárias para o Paraná aumentaram 142% entre 2019 e 2020[i].

Em paralelo, investimentos feitos pelo Ministério de Infraestrutura e por uma gestão austera de Itaipu[ii]– a maior Usina de Geração Elétrica limpa do mundo, permitiu o redirecionamento de recursos para obras estruturantes na região. Estão sendo financiadas obras como a nova ponte entre Foz de Iguaçu – PR e Cidade do Leste, no Paraguai; as estradas do entorno da região das Cataratas; a rodovia que liga o Mato Grosso do Sul a Umuarama, reforçando a integração multimodal entre os Portos Santos SP e de Paranaguá, no PR e ao porto de Antofagasta no Chile[iii].

O povo, e não as elites; as mídias sociais, e não mídia tradicional; o pequeno empresário[iv], e não as grandes empresas progressistas; as Fintechs e não os grandes bancos; reconhecem o esforço do governo federal em superar barreiras econômicas, clientelismo político, ativismo judicial e principalmente o esforço do governo federal para preservar nossa liberdade.

O povo está vendo o resultado das empresas públicas brasileiras, na quais o governo federal é o principal acionista: passaram de um prejuízo de R$ 35 bilhões em 2015, para R$ 109 bilhões de lucro em 2019. As contas do governo federal têm fechado com saldo positivo: diminuem os gastos e aumentam as receitas[v].

Mais recentemente, redução de impostos sobre gasolina, conta de energia, IPI sobre mais de 4000 produtos industrializados. O Brasil está em equilíbrio fiscal e tem a menor inflação entre vários países mais ricos[vi].

Ao longo dos três anos e meio do governo Bolsonaro, tivemos: Modernização da legislação trabalhista. Reforma Administrativa, com redução do número de funcionários ativos, redução dos gastos administrativos do governo federal e aumento na digitalização de serviços; reforma tributária, 11 reduções tributárias permanentes; reforma do setor financeiro, criação de 12 novos instrumentos financeiros, entre eles o PIX; concessões e privatizações; reforma micro econômica dos Marcos Legais: novo marco ferroviário, da cabotagem, do gás, independência do Banco Central, nova lei de falências, melhoria do ambiente de negócios. Os analistas estão errando sistematicamente a previsão do PIB porque estão olhando o lado da demanda, quando as ações do governo são para fortalecimento da oferta, por meio da expansão do investimento privado.

E mais uma notícia boa: O ministro Paulo Guedes e o Presidente Bolsonaro retomaram a discussão para a atualização da tabela do Imposto de Renda, pessoa física. Falta espaço para apresentarmos todos os acertos do governo federal; ainda que a mídia tradicional tente ofuscar as melhoras e denegrir a imagem do Presidente.

E aí você me pergunta: Por que não vemos essas noticias na Televisão e nos jornais? Por que os artistas e intelectuais falam tão mal do presidente; e ainda, porque parte dos políticos boicota vários projetos bons para o Brasil? Por que parte dos Juízes e Ministros da Justiça tendem a ser benevolentes com atitudes da esquerda e judicializam ações da direita?

Mídia tradicional: Por que Globo, Folha de São Paulo e Estadão insistem em falar mal do governo? Em 2019, primeiro ano do governo Bolsonaro, os gastos em publicidade foram de R$ 136 milhões. Em 2018, governo Temer gastou mais do que o dobro: R$ 289 milhões. A fonte secou e somada a pauta conservadora, defendida pelo atual governo, a mídia tradicional perdeu sentido: programas matinais orientando como crianças podem mudar de sexo, novelas enaltecendo desonra aos pais e poliamor[vii], reportagens exaltando as qualidades “sociais” dos governos de Cuba, Venezuela[viii] e Argentina[ix]. Esses países deixaram o sistema capitalista de lado; com o discurso de “justiça social”, conseguiram destruir a atividade econômica; e com o discurso de “igualdade” deixaram todos igualmente pobres, com exceção de uma pequena parcela de políticos e empresários muito ricos.

Artistas e intelectuais além de acharem bonito ser de esquerda, perderam as milionárias verbas da Lei Rouanet, assim como banqueiros perderam muito dinheiro com o PIX, afinal agora as transferências de dinheiro entre bancos são gratuitas [x]. Políticos antigos ainda preferem o velho “toma lá dá cá”, já bem comprovado no escândalo do mensalão e o judiciário[xi]? Parte dos novos juízes foram formados nas nossas Universidades bastante tomadas pelo pensamento de Gramsci[xii] : a dominação de uma sociedade pela cultura, é permanente, destruir valores tradicionais da família, da religião, da responsabilidade individual e da ética; é muito mais efetivo do que a revolução armada, a base da força. Quanto a outra parte, melhor não escrever, para não ser censurada.

Perder uma eleição é normal em uma democracia. O problema é perder a democracia em uma eleição (autor desconhecido, nas redes sociais) .

[i] https://www.tesourotransparente.gov.br/temas/estados-e-municipios/transferencias-a-estados-e-municipios [ii] A Itaipu Binacional é propriedade do governo federal do Brasil e do governo Paraguaio. https://www.itaipu.gov.br/institucional/gestao-transparente [iii] https://www.youtube.com/watch?v=68R_SlpcTMI [iv] https://www.youtube.com/watch?v=euPvBEA1LCw [v] https://brasilsemmedo.com/contas-do-governo-fecham-junho-com-um-saldo-de-r-144-bilhoes/ Essa notícia, só para assinantes, explica onde o governo economizou e quais receitas aumentaram. [vi] https://www.youtube.com/watch?v=h6XCzxEHJow [vii] https://extra.globo.com/tv-e-lazer/telinha/ana-hikari-carlos-andre-silberg-no-ar-na-novela-das-sete-falam-sobre-poliamor-vivo-um-relacionamento-aberto-diz-atriz-25499471.html [viii] https://www.youtube.com/watch?v=D9JsZq8NNs4 [ix] https://g1.globo.com/tudo-sobre/argentina/ [x] https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/alexandre-garcia/banqueiros-manifestos-democracia/?ref=busca [xi] https://www.gazetadopovo.com.br/republica/fux-deixara-presidencia-do-stf-sem-conter-desmonte-do-combate-a-corrupcao/?ref=busca [xii] https://www.gazetadopovo.com.br/ideias/a-longa-batalha-de-antonio-gramsci/?ref=busca


101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page