top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Urbs autoriza uso de picapes e caminhonetes como táxi em Curitiba

“Estamos colocando à disposição do taxista autorizado mais essa possibilidade, que é uma tendência em várias cidades”, disse Alves. As picapes vão se enquadrar no serviço de táxi convencional, identificadas pela cor laranja.


A pedido da categoria, a Urbanização de Curitiba (Urbs) passa a autorizar a utilização de caminhonetes, camionetas e picapes como táxis em Curitiba.

A mudança está na instrução normativa 001/24, que prevê que estes veículos possam ser usados desde que o peso não ultrapasse 1 tonelada e que, se forem dotados de carroceria, esta seja fechada e vedada para evitar que a entrada de água no interior danifique bagagens ou pertences dos passageiros.


Segundo o gestor da área de transporte comercial da Urbs, Alessandro César de Souza Alves, a medida serve como incentivo ao setor, que conta atualmente com uma frota de 2.165 táxis.


Todos os taxistas passam por treinamento de, no mínimo, 40 horas sobre a legislação específica, qualidade no atendimento interpessoal, atenção ao público idoso e da pessoa com deficiência, direção defensiva e primeiros socorros, entre outros. Os veículos são vistoriados regularmente para garantir a segurança na prestação do serviço.

“Essa é uma das muitas medidas que foram adotadas desde o início da atual gestão em prol da valorização da categoria”, acrescentou Alves.  


Curitiba vem promovendo melhorias no serviço oferecido à população. No ano passado foi criada uma nova categoria de táxi, voltada exclusivamente para atender passageiros com deficiência ou mobilidade reduzida (temporária ou permanente).


A categoria também foi beneficiada em 2023 com aumento do limite da frota de táxis executivos, de 222 para 301 veículos, e a flexibilização do vestuário no trabalho, que possibilita aos taxistas usarem calças jeans.


A Urbs também vem organizando pontos provisórios na saída de eventos, como shows e jogos de futebol para maior conforto dos usuários e incentivar o uso do táxi.


Fonte: PMC

Foto: Daniel Castellano/SMCS




2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page