top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Sabores e tradição: todo dia é dia de feira em Curitiba


Todo dia é dia de feira em Curitiba. A cidade mantém a deliciosa tradição desde que imigrantes de poloneses e italianos começaram a comercializar suas produções de frutas e hortaliças em carroças, no Centro da cidade, no século 19. O tempo foi passando e as feiras ficando cada vez maiores e diversificadas. Hoje fazer compras em uma das Feiras Livres da Prefeitura também significa passear com a família para comer o tradicional pastel, além de encontrar vizinhos e ter aquela boa conversa com o feirante que se tornou amigo

Passeio agradável A dona de casa Marilene Pontirolli, 57 anos, frequenta a Feira do Bigorrilho. “O pessoal das bancas é demais, todos se tornaram verdadeiros amigos pelo tempo que frequento aqui. É um passeio que eu gosto”, diz ela. É o caso também da aposentada Maristela Cristina Rodrigues, 59 anos, que afirma preferir comprar suas verduras e hortaliças sempre em uma feira. “Os produtos são mais frescos, bonitos e de confiança”, destaca. A feirante Wiviane Cavilio Tulio, 42 anos, está na feira do Bigorrilho há 21 anos e conta que é preciso muita dedicação em um trabalho que envolve toda a família. “A feira abre para o público na quarta-feira pela manhã, mas os preparativos começam às 2h da madrugada, quando chegamos para montar. É cansativo, mas a gente faz com amor”, afirma.

Atividade escolar Em uma atividade diferente fora da sala de aula nesta quarta-feira (26/7), alunos do Centro de Educação Infantil Gaia foram até a Feira do Bigorrilho com uma missão: comprar verduras e legumes para uma receita elaborada por eles. A professora e nutricionista Laís Queiroz, 35 anos, explica que o objetivo da atividade é fazer as crianças conhecerem os diferentes tipos de verduras e hortaliças. “Nós trabalhamos todo o ciclo do alimento, desde a plantação na nossa horta. Nas feiras eles aprendem a fazer compras e depois cozinham”, salienta Laís.

O programa de Feiras Livres de Curitiba é coordenado pela Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional Conheça as feiras de Curitiba Feiras Diurnas De terça-feira a domingo, Curitiba ganha vida com 37 feiras livres espalhadas pela cidade. Além das frutas e verduras frescas, os visitantes encontram cereais, carnes, doces caseiros, lanches, conservas e muito mais. Um passeio imperdível para quem busca produtos frescos e um gostinho especial de Curitiba. Feiras Noturnas Quando o sol se põe, as 18 feiras noturnas da cidade adquirem uma atmosfera animada e aromas irresistíveis. Frutas, verduras, frios, e pescados dividem espaço com alimentos prontos para o consumo, como focaccias, pastéis e sanduíches. Feiras Livres - Gastronômicas Às segundas, quintas e sábados, Curitiba reserva três pontos da cidade exclusivamente para feiras gastronômicas. Aqui, os visitantes podem saborear uma ampla seleção de pratos prontos para consumo, como focaccias, pastéis, pierogi, hambúrgueres e porções. Feiras Livres – Orgânicas Com 14 edições semanais, sendo duas noturnas, as Feiras Orgânicas de Curitiba têm um papel fundamental na promoção de produtos livres de agrotóxicos e na expansão da agricultura sustentável. Realizadas em ruas, praças e parques, essas feiras oferecem aos visitantes a oportunidade de adquirir alimentos frescos e saudáveis diretamente de produtores comprometidos com o meio ambiente e a saúde da população. Feira das Cooperativas: Tradição e Cooperação Uma vez por semana, no Centro, os integrantes de cooperativas da agricultura familiar da Região Metropolitana de Curitiba comercializam seus produtos. É uma oportunidade de comprar diretamente dos agricultores. Programa Nossa Feira: Alimentos acessíveis para todos Com seis pontos estrategicamente espalhados pela cidade, o Programa Nossa Feira busca levar frutas e verduras a preços únicos e acessíveis para regiões que enfrentam dificuldades no abastecimento. Realizada quatro vezes por semana, a feira também oferece pastéis, frios e peixes, garantindo que a população tenha acesso a alimentos frescos e de qualidade. Programa Direto da Roça: Ligando produtores e consumidores O Programa Direto da Roça permite que produtores rurais da região metropolitana comercializem diretamente seus produtos em 3 locais da cidade, duas vezes por semana. Essa iniciativa fortalece os laços entre produtores e consumidores, garantindo que os alimentos cheguem à mesa dos curitibanos com qualidade e procedência garantida. Feira do Litoral: Os sabores do mar na capital Aos sábados, a Feira do Litoral traz para Curitiba o frescor e os sabores típicos da região litorânea paranaense. Além das frutas e verduras da agricultura familiar, a feira oferece uma gama de produtos como chips de banana, palmito in natura, sucos naturais, farinhas e balas de banana. Pontos de Pescado - qualidade e boa procedência Seja para uma tradicional moqueca ou um delicioso ceviche, os consumidores podem contar com produtos de qualidade e procedência nos Pontos de Pescado de Curitiba. Os espaços se destacam como uma opção diferenciada para os amantes de frutos do mar com uma variedade de camarões, peixes inteiros e filetados, tudo isso com a garantia de um manuseio cuidadoso e armazenamento adequado. Para isso, os feirantes são devidamente capacitados por meio de cursos de boas práticas de manipulação de alimentos. Funcionam em dois endereços - Praça Divina Pastora, no bairro Mercês, às sextas-feiras e sábados, e na Rua da Cidadania do Boa Vista, no bairro Boa Vista, às quintas-feiras e sábados.


Fonte: PMC

Foto: Ricardo Marajó/SMCS

11 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page