top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Prefeitura de Curitiba reafirma compromisso e respeito pelos direitos das mulheres

“O não é não, não podemos aceitar o preconceito e a violência contra as mulheres, por isso reforçamos nossos programas de atenção. E quero parabenizar também os dez anos da Patrulha Maria da Penha. Deixo aqui o meu respeito e agradecimento a todas as mulheres servidoras, nossas parceiras na administração”, declarou Eduardo Pimentel.


Nesta sexta-feira (8/3), o vice-prefeito e secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel, acompanhado da esposa, Paula Mocellin Slaviero, reafirmou o compromisso da Prefeitura de Curitiba com as políticas públicas voltadas às mulheres. Eduardo recebeu servidoras municipais e autoridades para a celebração do Dia Internacional da Mulher no Palácio 29 de Março, sede da Prefeitura.

O vice-prefeito enfatizou a importância da conscientização da sociedade sobre os direitos das mulheres e os programas municipais que promovem a independência financeira feminina. 

Sob a liderança da Assessoria de Direitos das Mulheres – Políticas para Mulheres, a Prefeitura apresentou uma série de iniciativas destinadas a fortalecer ainda mais os direitos das mulheres no município.

“Esse é um dia de luta e celebração das conquistas alcançadas. À frente da Assessoria de Direitos das Mulheres e Políticas para Mulheres, avançamos muito nos últimos anos, fruto de parcerias bem-sucedidas, mas sabemos que esse é um trabalho contínuo”, declarou a assessora de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres da Prefeitura, Elenice Malzoni.

Entre as ações apresentadas estão o curso Masculinidade Consciente, em parceria com o Imap, para sensibilizar homens e mulheres sobre novas formas de masculinidades que promovam maior igualdade de gênero. Além disso, totens expositivos serão disponibilizados nas Ruas da Cidadania, divulgando informações sobre direitos e proteção das mulheres.

Destaca-se também a potencialização do atendimento às mulheres nas regionais com o Ônibus Lilás, que oferece orientações e encaminhamentos para mulheres em situação de violência, principalmente em bairros vulneráveis. Outra iniciativa importante é a criação de um grupo reflexivo feminino, integrando e fortalecendo a Rede de Atenção às Mulheres em Situação de Violência, especialmente nas regionais prioritárias identificadas pelo programa Fala Curitiba. O evento também marcou o lançamento do guia orientativo Não é Não, voltado a bares, restaurantes e hotéis.

Servidora Segura

A Secretaria Municipal de Administração, Gestão de Pessoal e Tecnologia da Informação (Smap) lançou o programa Servidora Segura, voltado à proteção das funcionárias vítimas de violência doméstica e familiar e abrangidas por medidas protetivas de afastamento.

Desenvolvido em parceria com a Assessoria de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, o Servidora Segura será integrado ao protocolo da Casa da Mulher Brasileira e outros serviços da Rede de Atenção às Mulheres em Situação de Violência, oferecendo ações que levam em consideração a manutenção do trabalho e a segurança das servidoras. Entre as medidas propostas estão o remanejamento temporário do local de trabalho, o regime de trabalho remoto temporário, além da autorização para o usufruto de Licença Prêmio e Licença sem Vencimento, respeitando as possibilidades administrativas e os requisitos legais.

 

Fonte: PMC

Foto: Pedro Ribas/SMCS

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page