top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Oficina destaca conhecimento e proteção dos bens culturais não-edificados em Curitiba



Interessados em manifestações culturais e memória histórica não podem perder a oficina que acontecerá nesta quinta-feira (17/3), no auditório da Rua da Cidadania da Matriz, e na sexta-feira (18/3), na Casa da Leitura da Rua da Cidadania de Santa Felicidade, das 9h às 11h. A entrada é grátis.

Com o tema As faces do patrimônio imaterial em Curitiba, a antropóloga e professora Patrícia Martins abordará as manifestações da diversidade cultural em Curitiba, de população formada por diferentes etnias, além da legislação existente para proteção dos chamados bens imateriais. Para isso, contará com o apoio de vídeos e materiais gráficos.

Ao contrário do patrimônio edificado (como prédios e monumentos), esse acervo se reflete nas manifestações intangíveis (não mensuráveis) – como ritmos, danças, músicas, devoções, objetos, lugares culturais, saberes e culinária. Sua preservação está prevista na Constituição Federal de 1988 e, desde o ano 2000, também por meio do decreto federal nº 3551.

A oficina é uma contrapartida social decorrente do projeto No nosso balaio tem, proposto por Patrícia ao edital lançado pela Fundação Cultural e financiado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

Serviço: Oficina sobre bens culturais (patrimônio imaterial) Data: quinta-feira (17/3) Horário: das 9h às 11h Local: Auditório da Rua da Cidadania da Matriz (Praça Rui Barbosa, 101) Data: sexta-feira (18/3) Local: Casa da Leitura Maria Nicolas, Rua da Cidadania de Santa Felicidade (Santa Bertila Boscardin, 213)


Fonte: PMC

3 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page