top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

O poeta dos poetas se foi

No aniversário de nossa Curitiba, perdemos um dos maiores poetas que já passaram pela capital paranaense. Geraldo Magela, um homem que sabia brincar com as palavras

Geraldo Magela Cardoso, nasceu na cidade mineira de Guaraciama, em 30 de agosto de 1956, filho de Maria Lisbela Cardoso, Professora, folclorista e poeta (falecida) e José Gonçalves Cardoso Filho, boiadeiro aposentado. Ele tem 8 irmãos: João Eustaquio, José Ericelio, Wanderley Antônio, Wilson Edward, Paulo César, Cidmar de Jesus, Aparecida Lisbela, Fábio e Eliana Fabrícia.


Geraldo, ou Magela, como é carinhosamente conhecido, iniciou seus estudos no Colégio estadual Antônio Soares da Cruz, (Guaraciama-MG 1969), Colégio Vitor Ferreira do Amaral (Curitiba-1972), Colégio Leoncio Correia (Curitiba 1978) e Colégio Rui Barbosa (1983).


“Minha experiência com as primeiras letras foi no berço familiar, quando jovem já rabiscava os primeiros poemas e o interesse já nasceu no DNA.” comenta Magela


Magela é solteiro e tem 3 filhos adotivos: Amanda Gesse dos Santos, William Maicon Santa e Bruno Wagner Santa.


Magela já deve ter feito 3 mil poemas, sua inspiração vem numa atitude secreta, na balbúrdia do dia, na calada da noite, no caos da fantasia, ele fica à espreita da palavra que me espera de maneira suspeita e discreta. O lugar mais inusitado, é o lugar também muito solitário.


42 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page