top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Nos EUA, Greca exalta parcerias atuais e futuras com o BID para o desenvolvimento de Curitiba

"Declaramos a nossa alegria de termos um brasileiro como presidente do BID e digo que nossa cidade é 'freguesa' deste banco que fez o sonho de Juscelino Kubitschek dar certo em Curitiba", disse Greca.

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, foi um dos convidados do presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o economista israelense-brasileiro Ilan Goldfajn, para um café da manhã em que foram apresentados os projetos que a instituição financia no Brasil. O encontro foi neste sábado (2/9) na sede do banco em Washington, nos Estados Unidos.


Greca está na capital norte-americana com o grupo de autoridades, prefeitos e governadores participantes do Lide Brazil Development Forum 2023 (Fórum de Desenvolvimento do Brasil 2023).


O BID foi criado em 1959 com os esforços do então presidente brasileiro Juscelino Kubitschek para a concepção de uma instituição de desenvolvimento à América Latina. Houve um entendimento de que a sede do banco seria nos Estados Unidos, mas que a presidência caberia sempre a um país sul-americano. Goldfajn é o primeiro brasileiro à frente da instituição.


Financiamentos

Organização financeira internacional, o BID é parceiro histórico de Curitiba em projetos como o do novo Inter 2. Para Greca, a reunião deste sábado, com participação de 15 governadores e nove prefeitos brasileiros, foi proveitosa também pelo intercâmbio com indústrias e empresas dentro da ideia de um modelo novo de financiamento que contempla o setor privado, o terceiro setor e os governos municipais e estaduais. "Vimos uma possibilidade de trabalharmos na despoluição tanto do Rio Iguaçu, em seu berço, como dos rios Belém e Barigui", adiantou Greca, ao lado da primeira-dama Margarita Sansone.

Com eles estavavam ainda o ex-governador de São Paulo e coordenador do Lide, João Doria, e os prefeitos de Aracaju, Edvaldo Nogueira, de Joinville, Adriano Silva, e de Jaguariúna, Marcio Gustavo Reis.


A manhã de compromissos de Greca incluiu a visita ao centro cultural do BID, no mesmo local.


Parcerias

Organização financeira internacional, o BID é parceiro histórico de Curitiba e financia o Projeto do Inter 2, que faz parte do Programa de Mobilidade Sustentável da capital paranaense. São US$ 133,4 milhões em investimentos, dos quais US$ 106,7 milhões do banco e US$ 26,7 milhões em contrapartidas municipais, para a operação de ônibus elétricos, ampliação de vias exclusivas e implantação de estações climatizadas e com sustentabilidade energética.


O projeto do Inter 2 prevê a melhoria da infraestrutura viária e de equipamentos para o aumento da velocidade operacional e a ampliação da capacidade do Ligeirinho Inter 2 e do Interbairros II, dos atuais 155 mil transportados diariamente pelas duas linhas para 181 mil passageiros/dia.


Outros aportes do BID para Curitiba são para a área de projetos que envolvem implantação e treinamentos de sistemas BIM (Building Information Modeling); para a modernização do Centro de Controle Operacional; e no estudo do integrador Mobility as a Service (MaaS).


Na primeira gestão de Rafael Greca como prefeito de Curitiba, entre 1993 e 1996, com financiamento do BID, os ônibus biarticulados foram colocados em operação no corredor de transporte norte-sul, com paradas nas estações-tubo.


Agenda

Na capital dos Estados Unidos, Greca cumprirá uma agenda de compromissos oficiais até quarta-feira (6/7), que incluem uma reunião reservada com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ilan Goldfajn, e visitas técnicas a programas de eletromobilidade e adaptação às mudanças climáticas em desenvolvimento em Washington.


O prefeito retorna a Curitiba na quinta (7/9).


Fonte: PMC

Foto: Divulgação

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page