top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

NATAL: UMA FARSA SOCIAL


Nessa época o consumismo se agiganta

e a ganância aumenta sem pudor.

A ostentação vã de nada adianta

em meio a presentes vazios, sem valor.

O Natal perde seu verdadeiro sentido

de amor, compaixão e solidariedade.

É preciso olhar além do que é vendido:

a dor que se alastra por toda parte.

A sociedade escancara seu esgoto:

enquanto alguns esbanjam luxo e fartura,

outros saboreiam o amargo desgosto

de uma desigualdade nua e crua...

As ruas se enfeitam com luzes brilhantes,

mas a escuridão social não se dissipa.

A realidade grita aos ouvidos errantes,

em meio às festas e à ilusão infinita...

(Igor Veiga / PERIGOR)

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page