top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Fios elétricos e canal de diálogo pautam sugestões à Prefeitura de Curitiba

Com pedidos para aterrar a fiação e aprimorar o diálogo, vereadores de Curitiba aprovaram 7 sugestões à Prefeitura, na manhã desta segunda-feira (8).


A fiação inservível das ruas capital voltou a ser debatida pela Câmara Municipal de Curitiba (CMC), na sessão plenária desta segunda-feira (8). O problema motivou uma das sete indicações de sugestão à Prefeitura que os vereadores aprovaram nesta manhã. A proposta, apresentada por Dalton Borba (Solidariedade), é para que o Executivo estude a viabilidade técnica e o impacto orçamentário para o aterramento dos fios elétricos. Ou seja, a ideia é que a cidade adote o cabeamento subterrâneo.


“Lembrando que algumas ruas já contam com este sistema [subterrâneo], que é um sistema que inibe o número absurdo de furtos que se operam em Curitiba de fios e cabos elétricos, gerando não só transtorno, mas prejuízo real”, argumentou Borba. O autor defendeu que a medida também amplia a segurança à população, ao evitar acidentes de trânsito.


“Os radares, agora, estão colocando cabos [aéreos] entre eles, [...] ou seja, poluindo ainda mais”, citou Alexandre Leprevost (União), lembrando que os comerciantes de Curitiba têm novas regras para a publicidade ao ar livre. Herivelto Oliveira (Cidadania) também chamou a atenção para os cabeamentos soltos. “Acho que nós temos que ter uma atitude para que as empresas responsáveis verifiquem esta situação e não coloquem em risco a vida do cidadão”, opinou. A morte de um motociclista, em março, já havia gerado debates entre os vereadores de Curitiba.


Fonte: CMC

Foto: Carlos Costa/CMC





4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page