top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Deputada Luciana Rafagnin (PT) defende a liberdade de imprensa como mecanismo e defesa da democracia

A parlamentar é autora Lei 21393/2023, que institui a Semana da Conscientização sobre a Importância da Liberdade de Imprensa para a Democracia.



A deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) vê com preocupação o crescimento de agressões contra profissionais da imprensa brasileira. Dados do relatório Violação à Liberdade de Expressão, elaborado pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert), mostram que em 2023 a imprensa sofreu um ataque a cada três dias. E, desde 2012, foram contabilizados 26 assassinatos de profissionais da imprensa, a maioria por arma de fogo.


“Neste 7 de abril, dia do jornalista, não basta enaltecer a importância da data e da profissão. É preciso defender a liberdade de imprensa e assegurar o livre direito de atuação dos profissionais de jornalismo. Sem essas garantias, a democracia está seriamente ameaçada e, em consequência, a sociedade como um todo”, afirmou a deputada, autora da Lei 21393/2023, que institui a Semana da Conscientização sobre a Importância da Liberdade de Imprensa para a Democracia.


Luciana entende que é preciso olhar e tomar atitudes diante do crescimento da violência contra os profissionais da Imprensa. Dados da pesquisa indicam que as agressões físicas lideram o ranking de violações, com ao menos 45 casos — 40% do total levantado. De 2022 para 2023, atentados cresceram em 50% e os casos de injúria tiveram um salto de 200%.


A Abert indica, ainda, que o Brasil ocupa a 92° posição num ranking de 180 países dos Repórteres Sem Fronteiras que avalia liberdade de imprensa.


Fonte: Alep

Foto: Orlando Kissner/Alep

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page