top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Curitiba ganha mil mudas de cerejeiras da comunidade japonesa

“Este é um presente muito especial da comunidade japonesa para enfeitar a nossa cidade e se junta a outros que nós já recebemos, como aquele tsuru (pássaro) que está em cima do pagode (construção em estilo japonês) da Praça do Japão e foi um presente do imperador Akihito há 30 anos. Agradeço mais uma vez pela delicadeza de doar as belíssimas cerejeiras. Baizai, Curitiba!”, disse Greca.

Curitiba acaba de ganhar mais um presente especial no mês em que completa 330 anos. A comunidade japonesa doou para a cidade mil mudas de cerejeiras para colorir de rosa a paisagem curitibana.


O anúncio foi feito neste sábado (11/3), durante o plantio simbólico da primeira muda deste lote na Praça do Japão, pelo prefeito Rafael Greca; o cônsul geral adjunto, Kazuu Wakaeda; e o presidente da Câmara do Comércio e Indústria Brasil – Japão do Paraná (CCIBJ-PR), Arata Hara.


Ele estava acompanhado do vice-prefeito e secretário de Estado das Cidades, Eduardo Pimentel, da secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias, e da Família Folhas.


Plantando cerejeiras

A iniciativa faz parte do projeto Plantando Cerejeiras e Oportunidades, coordenado pela Câmara do Comércio e Indústria do Brasil - Japão, Consulado-Geral do Japão e Prefeitura de Curitiba. De acordo com o coordenador do projeto, Nelson Tossa, nessa etapa a doação pode chegar até a 1.200 mudas e 300 kg de adubo para garantir o desenvolvimento das plantas.


O projeto Plantando Cerejeiras e Oportunidades já vai garantir a Curitiba um corredor em tons de rosa ao longo da Avenida Sete de Setembro, no trecho entre a Praça do Japão até a Rua Tibagi. A expectativa é de que as flores comecem a aparecer em três anos.


"Foram mais de 800 mudas de cerejeiras só na Avenida Sete Setembro. Queremos disponibilizar mais árvores para a cidade futuramente", prevê Tossa.


A cerejeira é considerada a árvore símbolo do Japão. A flor de cerejeira, conhecida como sakura, simboliza mais do que somente a primavera. Para os japoneses, a flor também representa renovação e esperança.


Desafio 100 mil árvores

Além de celebrar os 330 anos de Curitiba, os plantios fazem parte do Desafio 100 Mil Árvores para Curitiba, que tem o objetivo de atingir esse número de novas mudas a cada ano. O lançamento aconteceu na primavera de 2019. Em 2022, com a arborização viária, mutirões e distribuição de mudas para a população, foram mais de 100 mil plantios. O total do arvorômetro do site do desafio está em mais de 316 mil.


Toda a população pode ajudar a aumentar a infraestrutura verde de Curitiba e reforçar as medidas de resiliência contra as mudanças climáticas. Plantios feitos em via pública ou em áreas privadas entrarão na conta das 100 Mil Árvores.


Plantios dentro de áreas privadas podem ser feitos sem restrições. Quem quiser plantar em área pública, porém, precisa pedir autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para que haja escolha da espécie mais adequada para o local.


Os interessados podem retirar as mudas gratuitas produzidas pelo município nas dez regionais da cidade. Outras ações de sustentabilidade podem ser conferidas no site da Família Folhas.


Fonte: PMC

Foto: Pedro Ribas/SMCS

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page