top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Corregedoria da Câmara recomenda devolução de carro oficial da vereadora Carol Dartora

O relatório também recomenda que o contrato de locação de veículos oficiais para vereadores de Curitiba não seja renovado


A Corregedoria da Câmara Municipal de Curitiba concluiu hoje (12) a sindicância que investiga a utilização do carro oficial pela vereadora Carol Dartora (PT) fora de Curitiba e Região Metropolitana, nos dias 16 e 17 de julho. Uma das medidas recomendadas pelo relatório final da sindicância é a devolução imediata do carro oficial utilizado pela vereadora.

Foto: Rodrigo Fonseca/CMC


De acordo com o documento, houve violação contratual do Termo de Uso, Guarda e Responsabilidade de Veículo por parte da vereadora, desrespeitando as normas internas da Câmara. Segundo o relatório, o carro oficial foi utilizado em viagem ao interior do Estado sem autorização da Câmara, para motivos alheios ao mandato, resultando em infração ético-disciplinar ao Código de Ética e Decoro Parlamentar da Casa.


O relatório será encaminhado para o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, que deve analisar as informações apresentadas na investigação. Segundo a corregedora da Câmara Municipal de Curitiba, vereadora Amália Tortato (NOVO), a recomendação da sindicância à Direção Administrativa e Financeira da Câmara é que sejam tomadas medidas preventivas e para redução de danos, como determina o Código de Ética da Casa.


“A conclusão da sindicância recomenda a imediata devolução do veículo oficial cedido à vereadora Carol Dartora, que deveria ter uso único e exclusivo em serviços relacionados ao mandato. Além disso, também recomenda que o contrato de locação de veículos oficiais não seja renovado, dispensando futuras licitações para fornecimento de veículos aos parlamentares da Câmara”, destaca Amália Tortato.


Sobre a sindicância - a abertura da sindicância foi publicada no Diário Oficial do Município no dia 29 de julho, tendo duração prevista de 30 dias úteis. O procedimento teve início após o recebimento de um comunicado da Presidência da Câmara Municipal, solicitando que a Corregedoria adotasse as providências que julgasse necessárias para analisar o uso do veículo oficial de placa BEF6F99, utilizado pela vereadora Carol Dartora.


A sindicância avaliou dados sobre o veículo disponibilizado pela Câmara e informações enviadas pela vereadora Carol Dartora sobre a utilização do carro. Além disso, foram consideradas publicações de redes sociais da vereadora sobre visitas - nos dias 16 e 17 de julho - às cidades de Rolândia, Ivaiporã, Londrina e Maringá.


Fonte: CMC

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page