top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Club Athletico Paranaense


Continuamos escrevendo sobre o trio de ferro da capital do Paraná, hoje é dia de contar a história do Furacão.


Nascido em 1924 da fusão de dois clubes da capital paranaense (Internacional + América ), o Paranaense como é conhecido na América do Sul, surgiu.


Em 2018, mudou a grafia do seu nome, incluindo a letra H, ficando Club Athletico Paranaense, e aproveitando também fez alterações em seus uniformes tradicionais rubro negros.


Além da grafia retomada (com H) mudar a ordem alfabética, entre os clubes nacionais ficou bem mais fácil identificar.


Seu estádio é o Joaquim Américo, mais conhecido como Arena da baixada, que passou por várias reformas durantes esses anos, sendo a última para ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014.


Dentre seus títulos, é o único clube paranaense a ter conquistado títulos internacionais oficiais e no Brasil, é o único bicampeão da Copa Sul-americana.


A primeira partida disputada pelo Athletico, foi um amistoso contra a Universal FC, em 6 de Abril de 1924, que terminou com a vitória rubro negra por 4x2.


Em 1995 conquistou seu 1° título nacional que foi o Campeonato Brasileiro da Série B.

A camisa é um símbolo tão importante para os athleticanos que consta até em seu hino, “ a camisa rubro negra, só se veste por amor “.


A seguir, escudinhos para seu time de futebol de botão.



Paulo Thiago Ricetti

7 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page