top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Chuva continua em Curitiba e FAS amplia ações para abordagem e das pessoas em situação de rua


Devido à continuidade da chuva em Curitiba, a Fundação de Ação Social (FAS) vai ampliar os serviços de abordagem social e acolhimento de pessoas em situação de rua, a partir da noite desta quinta-feira (10/8). O trabalho segue até a madrugada de domingo (13/8) e faz parte da Operação Inverno, que ocorre quando há previsão de temperaturas abaixo de 8ºC e agora também leva em consideração os riscos à saúde devido à chuva.


A presidente da FAS, Maria Alice Erthal, explica que durante as três noites a FAS terá mais equipes nas ruas para oferecer serviços de acolhimento e abrigo às pessoas que estiverem desprotegidas nas ruas. “Nosso objetivo é fazer com que essas pessoas aceitem seguir para as nossas unidades, onde terão cama, alimentação e banheiros para fazer a higiene”, explica.


Para garantir a proteção a esse público, durante as ações intensificadas, a FAS mobiliza 16 equipes em todas as dez regionais da cidade. As equipes, incluindo sete provenientes da Central de Encaminhamento Social (CES), estarão em atividade das 18h a 1h, percorrendo a cidade em busca ativa de pessoas desabrigadas e respondendo às solicitações recebidas pela Central 156.


Atualmente, a FAS disponibiliza 1.561 vagas distribuídas em 30 unidades oficiais e parceiras para o acolhimento das pessoas em situação de rua.

Durante o dia, a abordagem à população de rua é realizada pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) nas diferentes regionais da cidade. Nos demais horários, a CES assume essa responsabilidade.


Cuidado especial

Aqueles que apresentam problemas de saúde recebem atendimento especializado, com monitoramento constante por parte das equipes e encaminhamento para unidades de saúde do município, quando necessário.


A FAS também garante o transporte dos animais de estimação das pessoas em situação de rua. Para isso, as equipes contam com as kombis equipadas com caixas de transporte para animais de médio porte. Os animais são acolhidos na Praça Solidariedade, que tem canil.


Central 156

A Prefeitura pede a ajuda da população para proteger as pessoas em situação de rua. A orientação é para que entrem em contato com a Central 156, por telefone, site ou pelo aplicativo Curitiba 156, sempre que avistarem alguém nessa condição.


Fonte: PMC

Foto: Andre Wormsbecker / FAS.




11 visualizações0 comentário
bottom of page