top of page
  • Foto do escritorJornal do Juvevê

Casa da Mulher Brasileira de Curitiba: oito anos de apoio às vítimas de violência doméstica


Neste sábado (15/6), a Casa da Mulher Brasileira de Curitiba (CMBC) comemora oito anos de apoio e proteção às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.


Desde sua inauguração, a CMBC realizou 110.709 atendimentos, sendo 8.623 entre janeiro e maio de 2024, reforçando sua importância como referência no combate à violência contra a mulher.


Avanços e inovações

A trajetória da CMBC é marcada por diversas iniciativas pioneiras e parcerias estratégicas. Em 2018, a criação do Espaço Pet demonstrou um olhar sensível às necessidades das mulheres acolhidas, permitindo que seus animais de estimação também fossem acolhidos temporariamente.


Em março de 2019, a integração da Delegacia da Mulher ampliou a capacidade de resposta rápida e eficiente às denúncias de violência. Outro marco importante foi a instalação do 3º Juizado de Violência Doméstica, que fortaleceu a rede de apoio judicial às vítimas.


Além disso, a disponibilização do botão do pânico, um dispositivo de segurança preventiva, tornou-se um instrumento crucial na política pública de proteção às mulheres.


Modernização e tecnologia

A CMBC tem investido continuamente em tecnologia para aprimorar os serviços. Em 2023, foi implantado o Sistema Agenda On-line, que agilizou significativamente o agendamento e atendimento das mulheres. Além disso, aproximadamente 110 mil fichas de atendimentos foram digitalizadas para inserção no sistema GED de informatização, que promete integrar todos os serviços da Casa, proporcionando dados essenciais para a formulação de políticas públicas.


Ações educativas e parcerias

A CMBC também se destaca por suas ações educativas e parcerias. Palestras voltadas para estudantes universitários, juízes, magistrados, defensores públicos e delegados de polícia têm sido uma constante, promovendo a conscientização e capacitação sobre as diversas formas de violência contra a mulher.


A parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) resultou na criação de uma plataforma online de apoio à decisão e planejamento de segurança para mulheres em situação de violência, o aplicativo "eu decido". Outro projeto conjunto, denominado "Estratégias Intersetoriais de Intervenção na Violência por Parceiro Íntimo", integra pesquisa-ação participativa para melhorar as abordagens de intervenção.


Arte e revitalização

A Casa da Mulher Brasileira de Curitiba também valoriza a arte e o ambiente acolhedor. Em 2023, a artista plástica Marta Berger inaugurou um mural cerâmico e requalificou o jardim da CMBC. Já a artista Kamylla Flores, em parceria com a Secretaria do Governo Municipal, contribuiu com um mural externo que embeleza as instalações recentemente revitalizadas, incluindo nova pintura externa e reforma com vasos de floreiras.

Serviço - Casa da Mulher Brasileira de Curitiba

Centro de Referência para Mulheres em Situação de ViolênciaEndereço: Avenida Paraná, 870 – CabralAtendimento: 24 horasTelefone: (41) 3221-2701 / 3221-2710E-mail: cmb@curitiba.pr.gov.br


Fonte: PMC

Foto: Hully Paiva/SMCS


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page